Após jogos adiados por COVID, Carille pede foco em reta final no Japão

O V-Varen Nagasaki, do técnico Fábio Carille, teve os últimos dois jogos na J-League 2, no Japão, adiados por conta de casos de COVID. A equipe do treinador brasileiro teve alguns casos entre elenco e comissão e, por protocolo do país, ficou afastada da competição. Neste sábado, o time volta a campo contra o Zweigen Kanazawa. Carille projetou o retorno.

– Ficamos uns dias afastados dos treinos, devido a alguns casos de COVID que tivemos aqui na equipe, então dois dos nossos jogos foram adiados, mas aos poucos fomos retornando aos treinamentos, com partes do grupo voltando ao longo dos dias, e agora teremos alguns dias e voltar focados no nosso objetivo principal – disse Carille, que explicou a pausa:

– Tudo aqui no Japão é feito de forma muito profissional, controlada, nossos jogos foram adiados por precaução e todas as medidas foram tomadas, agora retornamos com toda a segurança necessária.

Na oitava colocação e com dois jogos a menos que a maioria das equipes, o V-Varen soma 47 pontos, apenas dois atrás do Machida Zelvia, primeira equipe no G6 da competição.

De olho na classificação para a segunda fase da J-League 2, Carille explica o projeto passado para a equipe nesta temporada, mas admite que o foco está na construção do elenco para o próximo ano.

– A equipe está sendo formada em um projeto de médio e longo prazo. O trabalho aqui está muito bacana e há todo o entendimento do elenco, comissão e, principalmente, diretoria de onde podemos chegar na competição e qual vai ser a nossa briga nessa temporada e na próxima – disse Carille, que completou:

– Queremos estar entre os seis primeiros nesta temporada e brigar pelo acesso no mata-mata, nas qualificatórias, mas, como falei, é um projeto de médio e longo prazo. Há uma ideia de construção de um trabalho nesta temporada e aperfeiçoamento na próxima.

 

Foto: Divulgação/V-Varen Nagasaki

SHARE