Paul Pogba: como polêmica envolvendo jogador pode afetar Juve e França

O meio-campista Paul Pogba ainda não teve muito sossego desde que retornou ao futebol italiano, pois sofreu uma lesão no joelho na pré-temporada e está no centro de uma grande polêmica. O jogador denunciou recentemente ter sido alvo de extorsões e ameaças de uma quadrilha organizada, mas o caso ganhou muitas camadas, tanto que envolve o irmão do francês, o atacante Kylian Mbappé e até mesmo feitiçaria.

Mathias, irmão do jogador da Juventus e que teve uma curta passagem pelo Pescara, iniciou a novela ao publicar vídeos dizendo que faria “revelações explosivas” sobre o campeão mundial. Através de um escritório de advocacia, Pogba comentou que as ameaças do familiar não eram nenhuma surpresa e aconteceram logo depois de “tentativas de extorsão e ameaças”. No comunicado, o astro da Velha Senhora acrescentou que toda essa situação foi reportada no início do mês para as autoridades italianas e francesas.

A troca de acusações entre os irmãos caiu como uma bomba na imprensa europeia, tanto que o tema vem sendo amplamente debatido por jornais da França e da Itália. A mídia afirma que Pogba chegou a ser ameaçado por um grupo criminoso fortemente armado, que pediu uma quantia de 13 milhões de euros, e até mesmo reconheceu Mathias como um dos suspeitos da extorsão. O ex-atacante, por sua vez, se defende dizendo que o meia vem tentando “manipular a imprensa e as autoridades”.

O Ministério Público de Turim abriu uma investigação sobre o caso, pois ao menos duas pessoas de nacionalidade francesa tentaram abordar Pogba na capital da região do Piemonte e o objetivo dos investigadores é averiguar as ações do grupo. Em território francês, o jornal “L’Équipe” garantiu que a polícia apura o real papel de Mathias na polêmica.

Juventus

Enquanto as autoridades cumprem seus respectivos papéis, a Juventus demonstra estar preocupada sobre o caso envolvendo o francês. Atualmente se recuperando de uma lesão no menisco, Pogba é um dos principais jogadores da Velha Senhora e ver seu nome no meio de uma enorme polêmica pode afetar os desempenhos no gramado.

Pogba decidiu voltar ao time bianconero para buscar mais tranquilidade e retomar a boa fase, pois foi em Turim onde viveu o auge da carreira. Após a conturbada passagem pelo Manchester United, o retorno ao futebol italiano foi muito alegre, mas entrou em declínio rapidamente em virtude do machucado no joelho e as ameaças feitas pelo próprio irmão.

O técnico da Juventus, Massimiliano Allegri, decidiu se esquivar das perguntas dos jornalistas sobre o tema ao longo da entrevista coletiva que antecedeu o jogo contra o Spezia.

No momento ele [Pogba] não está disponível, mas veremos como ele evoluirá e espero tê-lo disponível o mais rápido possível, pois é um jogador importante para nós. Os jogadores lesionados trabalham fora do horário do restante do time, então eu não tenho o visto ultimamente“, declarou o comandante.

Seleção francesa e Mbappé

O episódio ganhou contornos mais dramáticos na França, pois o país iniciará em menos de três meses a sua trajetória em busca do sonhando tricampeonato mundial no Catar. Pogba e Mbappé são alguns dos grandes protagonistas da seleção e os bleus querem evitar de todas as maneiras um escândalo semelhante ao de Karim Benzema e Mathieu Valbuena.

A estrela do Paris Saint-Germain entrou na história, segundo Mathias, porque Pogba queria lançar um feitiço sobre Mbappé para prejudicá-lo. O centroavante, de acordo com a imprensa francesa, acompanha o caso de longe, enquanto o meio-campista da Juve teria negado em declaração à polícia qualquer envolvimento nisso.

Em uma coletiva de imprensa, o técnico do PSG, Christophe Galtier, tranquilizou os torcedores franceses ao declarar que Mbappé está “de bom humor”. “Como você, eu escutei e vi um pouco do que está acontecendo com Paul Pogba. Mas não, Kylian não mostra sinais de aborrecimento ou preocupação sobre isso“, disse o treinador.

Noël Le Graët, presidente da Federação Francesa de Futebol (FFF), também deu sua versão sobre a polêmica ao afirmar que está torcendo para que tudo isso não cause impacto na equipe liderada por Didier Deschamps. “Espero que isso não ponha em questionamento o lugar de Paul Pogba na seleção da França. Por enquanto, estamos no início de um caso. Ninguém foi ao tribunal até onde eu sei no momento, mas até agora são apenas rumores. Eu amo o Paul“, declarou o dirigente.

A atual campeã do mundo passou há alguns anos por um grande furacão em virtude de uma tentativa de chantagem com um vídeo íntimo feita por Benzema contra Valbuena. O artilheiro do Real Madrid foi condenado pela Justiça da França a um ano de prisão, mas com suspensão condicional da pena.

O escândalo, que ficou conhecido como “sex tape“, começou em 2015 e trouxe muitas consequências negativas para a carreira de Benzema. O atacante foi excluído da seleção por Deschamps, tendo perdido a Eurocopa de 2016 e a Copa do Mundo de 2018, vencida pela França. Valbuena, por sua vez, nunca mais convocado desde o início da polêmica.

SHARE