Brasileiro comemora vaga na Conference League após quebrar jejum de 30 anos

Em sua sétima temporada no futebol maltês, o brasileiro Emerson terminou mais uma temporada sendo um dos grandes nomes do futebol local.

Campeão da BOV Premier League na temporada passada, o volante do Hamrun Spartans destacou o campeonato que beirou a perfeição em 2020/21 e falou sobre o início desta temporada, que atrapalhou a equipe para defender o título.

– Na temporada passada fizemos um campeonato quase perfeito, pois perdemos só um jogo durante todo o ano. Nessa, tivemos um início muito complicado e esses pontos fizeram falta para brigarmos pelo título na reta final. – disse Emerson, que também fez um balanço de sua temporada individual, uma das que mais jogou em toda sua carreira.

– Individualmente, foi mais uma temporada em alto nível, pois tivemos 30 jogos durante o ano e estive presente em 29 partidas, sendo todas como titular. Fico feliz de ajudar a equipe e estar sempre saudável para dar meu máximo dentro de campo.

Ausente em apenas um confronto em toda temporada, Emerson ressalta a importância de não se lesionar para seguir no time titular, onde é um dos pilares.

– Graças a Deus tive mais uma temporada bem positiva, onde não sofri nenhuma lesão grave e pude estar sempre em casa buscando nossos objetivos. A estrutura do clube ajuda bastante, mas também me dedico muito para estar no meu melhor nível em todas as partidas.

Com vitória no confronto direto na última rodada dos playoffs, o Hamrun Spartans garantiu a vaga na Conference League 2022/23. O brasileiro fez parte de um momento memorável para o clube, pois a equipe não disputa uma competição europeia há 30 anos. Campeão no ano passado, o clube ficou de fora da Liga dos Campeões por conta de uma punição da UEFA.

– É uma sensação incrível fazer parte deste momento histórico do clube. Logo ao final do jogo, dava pra ver as pessoas mais velhas comemorando muito, nossos roupeiros e alguns membros da comissão chorando, então é algo que mexe com a gente, muito emocionante mesmo. – relatou o volante, que destaca o sentimento de voltar a disputar um campeonato continental.

– É sempre bom jogar uma competição como essa, a nível continental. Já tive essa experiência e é um momento único. Vamos trabalhar firme pra chegarmos preparados e chegar o mais longe possível. – finalizou.

Foto: Divulgação/Hamrun Spartans

SHARE