Com modelo Gasperini em baixa, Atalanta liga sinal de alerta na Serie A

A instável campanha da Atalanta na atual edição da Serie A do Campeonato Italiano deixou ainda mais evidente o declínio daquele vistoso e chamativo futebol do clube lombardo. Os riscos de não se classificar para uma competição europeia pairam sobre a cabeça do técnico Gian Piero Gasperini, que vê seu sistema de jogo ser questionado pela primeira vez em muito tempo.

Antes da vitória fora de casa sobre o lanterna Venezia, a Atalanta perdeu três rodadas consecutivas (Napoli, Sassuolo e Verona) e ficou cada vez mais para trás na tabela de classificação. Se ampliarmos essa análise, a equipe bergamasca triunfou em apenas três dos últimos 10 jogos, um retrospecto muito fraco para um elenco que almeja disputar novamente a Liga dos Campeões. 

Com um jogo a menos, a Atalanta soma 54 pontos e ocupa a oitava colocação do Campeonato Italiano, 12 atrás da quarta posicionada Juventus, que abre a zona de classificação para a Champions League, e dois abaixo da Fiorentina, que inaugura o grupo dos seis primeiros da tabela. A possibilidade de não participar pela primeira vez desde 2018 da principal competição de clubes da Uefa é tratada com muito desânimo em Bergamo.

Não classificar para nenhuma competição internacional seria um completo fracasso para a Atalanta, que está presente consecutivamente em torneios continentais desde 2016. Além disso, a última vez que os bergamascos fecharam uma temporada da Serie A de fora dos sete primeiros colocados foi na edição de 2015/16.

Esse cenário não é nada agradável para Gasperini, que vive seu momento mais delicado desde que chegou na Atalanta no verão de 2016. O modelo de jogo do comandante italiano perdeu fôlego e a Dea não consegue reacender aquele time clínico, dinâmico e matador no setor ofensivo. Os nerazzurri não perdiam seis jogos no segundo turno do campeonato desde a temporada 2015/16.

Ainda é muito cedo para apostar que um ciclo vai se fechar em Bergamo, mas a Atalanta precisará aproveitar os últimos jogos do campeonato para pelo menos chegar na Conference League ou Europa League. Os cinco adversários finais da Dea são bastante acessíveis, já que o Milan será o único rival entre os 10 primeiros colocados da tabela. No entanto, os comandados de Gasperini precisarão mostrar outra postura para não repetir os mesmos erros cometidos ao longo da liga.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore

SHARE