Adrián Bernabé, uma joia no meio do conturbado Parma

Na 13ª colocação da Serie B e com dificuldades em entrar na zona do playoff de acesso para a Serie A, o Parma não tem muito o que celebrar na atual temporada. Um dos poucos pontos positivos do clube foi o surgimento do espanhol Adrián Bernabé, um meio-campista que o time italiano pescou recentemente do Manchester City.

Aos 20 anos de idade, Bernabé passou pelas categorias de base do Espanyol e do Barcelona, tanto que jogou ao lado de outros talentos do clube catalão, como Ansu Fati, Eric García e Nicolás González, que conquistaram vaga permanente na equipe comandada pelo ex-jogador Xavi. Após ter se desenvolvido em uma das maiores e mais prestigiadas universidades do futebol mundial, o espanhol foi para a terra da rainha em 2018.

Em três temporadas em Manchester, o técnico Pep Guardiola utilizou Bernabé apenas cinco vezes, mas foi Enzo Maresca que aproveitou melhor o talento do meio-campista na equipe juvenil dos Citizens. A saída do ex-jogador do Palermo e a falta de espaço na Inglaterra aceleraram a ida da joia espanhola para o Parma. No entanto, a passagem do ex-Barcelona na Emilia-Romagna não foi somente flores.

Menos de cinco dias depois de ser anunciado no Parma, Bernabé foi diagnosticado com uma anomalia cardíaca e precisou passar por uma cirurgia no Hospital Clínic, em Barcelona. Depois de mais de 300 dias afastado dos gramados, o espanhol estreou na equipe gialloblù em 5 de fevereiro e não parou de enfeitiçar os fãs do esporte com seu ótimo futebol.

O canhoto Bernabé explodiu na Serie B após ter sido responsável por belíssimos gols nas vitórias contra Cosenza e Como. A joia do Parma ainda impressiona por sua velocidade, habilidade e técnica, deixando o setor ofensivo do clube da Emilia-Romagna bem mais atrativo e perigoso. Com cinco tentos no campeonato, o espanhol é mais efetivo na frente das metas adversárias que Simy Nwankwo, Roberto Inglese, Dennis Man, Goran Pandev e Félix Correia.

A contratação de Bernabé foi um pedido direto de Maresca, que acabou sendo demitido em novembro passado sem conseguir elevar o futebol do Parma. A chegada de Giuseppe Iachini, no entanto, não foi tão ruim para o atleta, pois recebeu a confiança do experiente técnico italiano para tentar conduzir o desordenado time gialloblù.

A ideia de Maresca, que não chegou a comandar Bernabé na Itália, era utilizar o espanhol como meio-campista no seu 4-3-3 com liberdade para jogar ofensivamente e até atuar na função de meia-atacante. Iachini, por sua vez, coloca o ex-Barcelona entre os quatro homens de meio de campo, enquanto Stanko Juric alivia as obrigações defensivas de Bernabé, que recebe mais liberdade para ser perigoso ao gol adversário com arremates e passes.

Já comparado a Messi e a David Silva, Bernabé já afirmou que foi para o Parma em função de Maresca e por ter ficado “fascinado” pelo projeto conduzido por Kyle Krause. As habilidades do espanhol não passaram despercebidas por Juventus, Atalanta e Milan, que deverão abrir negociações com o agente do atleta, Iván de la Peña. O jornal Mundo Deportivo já adiantou que os rossoneri ofereceram pelo menos 10 milhões de euros aos Ducali.

Destaque na Serie B, Bernabé tem contrato até 2024 e ainda é muito cedo para saber se vai ser uma peça importante de alguma equipe da elite do Campeonato Italiano. No momento, o espanhol está administrando bem seu tempo na liga, vamos aguardar para ver sua reação quando o nível dos adversários subir.

SHARE