Ciao Dybala! Sem acordo, ‘La Joya’ deixará Juventus no final da temporada

Sem acordo para a renovação do contrato, Paulo Dybala e Juventus seguirão caminhos opostos a partir da próxima temporada. Os representantes do jogador argentino não entraram em linha com a diretoria da Velha Senhora e o atacante poderá assinar com outra equipe na próxima janela de transferências.

A saída de Dybala foi confirmada pouco depois do fim da reunião em Continassa pelo CEO da Juventus, Maurizio Arrivabene. O dirigente explicou que o jogador de 28 anos de idade não é mais a peça central do projeto da equipe, principalmente após a chegada do centroavante Dusan Vlahovic.

Com as compras feitas em janeiro e a chegada de Vlahovic, Dybala deixou de ser o centro do projeto e é por isso que essa decisão foi acertada. Os parâmetros eram outros, mas nunca ninguém questionou a capacidade de Paulo. A decisão está tomada e a reunião foi amigável, clara e respeitosa”, comentou Arrivabene.

Na cúpula realizada em Turim, a proposta da Juventus teria sido economicamente bem inferior à apresentada em outubro, quando o agente de Dybala e a Velha Senhora teriam chegado a um princípio de acordo sobre a extensão do vínculo do argentino.

No entanto, o casamento foi finalizado de forma abrupta e diversas razões fizeram a história acabar desta maneira: o desempenho não muito bom do clube no fim de 2021, a precoce eliminação na Champions League, a já mencionada chegada de Vlahovic, a alta pretensão salarial do atacante e os contínuos problemas musculares de Dybala.

O contrato de Dybala acaba em 30 de junho e ele tem alguns meses para definir seu futuro. O argentino vem sendo cogitado em várias equipes, como na Inter de Milão, mas uma ida para o futebol espanhol ou inglês não pode ser descartada.

Embora o rompimento tenha acontecido de forma um pouco inesperada, Dybala teve uma boa passagem pela Juventus. Em sete temporadas, o atual capitão e camisa número 10 da Velha Senhora marcou 113 gols em quase 300 jogos, sem esquecer dos cinco Campeonatos Italianos, quatro Copas da Itália e três Supercopas da Itália conquistadas em Turim.

A partir de agora, será necessário observar como será o desempenho de Dybala na Juventus sabendo que não permanecerá na capital da região do Piemonte. O jogador marcou um gol na vitória por 2 a 0 sobre a Salernitana e o seu time segue na briga pelos títulos da Serie A e da Copa da Itália.

A imprensa local, no entanto, diz que o ambiente da Juve não está muito amigável e Dybala ocupa uma posição central na polêmica. O técnico Massimiliano Allegri rejeitou um pedido feito pelo argentino em nome da equipe e entrou em uma discussão com ele, mas tudo pareceu ter sido resolvido quando o atacante deixou o gramado em Turim e cumprimentou o comandante.

Precisamos também mencionar aquele olhar gélido que Dybala deu em direção a uma das arquibancadas do Allianz Stadium, exatamente onde estavam sentados os líderes do time piemontês, pouco depois do argentino ter marcado um gol contra a Udinese. Após isso, a direção da Juve não hesitou em atacar o camisa número 10 publicamente, de Pavel Nedved até Arrivabene e Andrea Agnelli.

No geral, a Juventus estava decidida desde janeiro que iria se separar de Dybala, pois a badalada chegada de Vlahovic sinalizou o fim do ciclo do argentino em Turim, fazendo com que o encerramento da atual temporada seja bem anticlimática. O processo de separação entre Juve e “La Joya” rendeu comparações com a conturbada saída de Alessandro Del Piero em 2011.

A saída de Dybala poderá deixar a torcida juventina entristecida, principalmente por se tratar de um jogador de grande qualidade e pelo fato do argentino estar há sete temporadas no clube. No entanto, a contratação de Vlahovic deverá amenizar a dor e a promessa de uma reestruturação no elenco da equipe motiva os fãs.

Dybala e Inter?

Giuseppe Marotta, CEO da Internazionale, não quer perder tempo e já estaria estudando uma possível chegada de Dybala na atual campeã italiana. A imprensa local afirma que o cartola iniciou os primeiros contatos para tentar contratar o argentino.

Nos últimos anos, uma troca com o centroavante Mauro Icardi chegou a ser cogitada por Juventus e Inter, mas nada foi concretizado. Marotta sonha em montar um elenco nerazzurro ainda mais ambicioso e vem “procurando jogadores que possam elevar o nível”, como é o caso de Dybala.

A Internazionale, no entanto, deverá prestar atenção na forma física do craque. Embora seja o 10º maior artilheiro da história da Juve e o sexto argentino com mais gols na Serie A, Dybala ficou de fora de 42% dos jogos do clube bianconero nas últimas duas temporadas. Já na atual, disputou somente 51% dos minutos à sua disposição, ou seja, 29 partidas em 42.

De qualquer maneira, o técnico Simone Inzaghi poderá utilizar Dybala em seu esquema tático em pelo menos duas formas: centralizado ao lado de Lautaro Martínez ou aberto pela direita do campo. O jogador ainda pode funcionar atuando junto com o bósnio Edin Dzeko.

SHARE