Copa Africana de Nações coroa relação de solidariedade de Mané e suas origens

No início do mês de fevereiro, a seleção de Senegal conseguiu o inédito título da Copa Africana de Nações. O atacante Sadio Mané foi o grande destaque da seleção campeã, e decidiu na disputa por pênaltis sobre o Egito, batendo a última cobrança. Dessa forma, o troféu da competição mais importante do continente africano coroa uma grande relação de gratidão, amor e respeito que o atacante tem pelo seu país.

A saber, o atleta do Liverpool realiza grandes ações de solidariedade, na tentativa de melhorar a vida do povo senegalês. Além disso, sempre demonstra uma grande humildade ao falar sobre dinheiro e fama através do futebol.

A Importância da Copa Africana para os africanos 

“Claro que vou à Copa Africana representar a Costa do Marfim. Essa é a maior honra”.

Essa foi a frase dita pelo atacante da Costa do Marfim, Sébastian Haller, um dos destaques do Ajax, em entrevista ao De Telegraaf, quando questionado se iria jogar a Copa Africana de Nações. O jogador afirmou que era um desrespeito o questionamento justamente por ser a competição africana. “Essa afirmação mostra o desrespeito pela África. Será que isso teria sido perguntado a um jogador europeu sobre a Eurocopa?”, completou o atleta.

As afirmações de Haller mostra o que os jogadores africanos sentem em disputar a Copa Africana de Nações. Para eles, é uma chance real de título, visto o alto nível das seleções europeias que estão sempre como favoritas na disputa da Copa do Mundo. Dessa forma, isso não se aplica apenas a Haller, mas também a Sadio Mané e a seleção de Senegal. A nova geração senegalesa que hoje representa o país cresceu se moldando e inspirado pelos atletas que chegaram as quartas de final da Copa do Mundo em 2002 e a final do torneio continental no mesmo ano, maiores feitos da equipe até então na história.

Além disso, a importância da Copa Africana de Nações para o povo senegalês foi vista na festa que as pessoas fizeram após a conquista do título inédito. Após dois vices-campeonatos de muita lamentação, Senegal finalmente chegou ao topo do continente. Sendo assim, as ruas de Dakar, capital do país foram tomadas para festejar o feito. A seleção foi recebida com muita festa, e o presidente Macky Sall decretou feriado nacional no país para comemorar o feito. Enfim, são apenas alguns fatos que mostra a importância do torneio.

A importância de Sadio Mané para o povo senegalês

Além da importância do título em sí para o país, a conquista da Copa Africana de Nações foi mais uma maneira de Sadio Mané retribuir como pode o povo senegalês. Entretanto, o troféu não é a maior conquista que o camisa 10 do Liverpool para a população. O jogador é conhecido também por seus feitos ajudando as pessoas fora das quatro linhas, fazendo do futebol uma maneira de melhorar a estrutura de Senegal.

O garoto de origem pobre das ruas de Bambali, cidade onde cresceu, nunca esqueceu de onde veio. Assim, Mané está sempre ajudando o seu país. Em 2019, o atacante doou cerca de 300 mil euros para a construção de uma escola no seu país. No ano passado, o atleta do Liverpool doou cerca de 500 mil euros para a construção de hospitais na sua terra natal. Além disso, doou 50 mil euros para o combate a Covid-19.

Fora os feitos para a melhora de vida do seu país, o atacante também é conhecido por proporcionar momentos inesquecíveis dentro do futebol para o seu povo. Em 2018, Mané doou cerca de 300 camisas do Liverpool para senegaleses acompanharem a final da UEFA Champions League. Além disso, pagou 50 passagens aéreas para conterrâneos assistirem a Copa Africana. Na ocasião, a semifinal contra Burkina Faso.

“Passei fome, tive que trabalhar no campo. Passei momentos duros, jogava futebol descalço, não tive a mesma educação que outros, mas hoje, com o que conquistei no futebol, posso ajudar meu povo”, disse Mané em entrevista ao Tele Dakar, em 2019.

Estádio com nome de Mané

Enfim, do mesmo jeito que ajudou seu povo, Senegal retribuiu a Mané. Após a conquista da Copa Africana de Nações, o prefeito da cidade de Sedhiou, Abdoulaye Diop, decidiu colocar o nome do futuro estádio da cidade de Stade Sadio Mané. O local deve ficar pronto em 2023. Dessa forma, uma grande homenagem a um grande atleta em campo, e uma pessoa gigante fora dele.

SHARE