Resumo da Supercopa da Espanha 2021-22

Na última semana, foi realizada na Arábia Saudita, a 38º edição da Supercopa da Espanha, tendo a participação de 4 clubes da 1ª divisão espanhola, Atlético Madrid; Athletic Bilbao; Barcelona e Real Madrid.

Foram realizadas duas semifinais entre os 4 clubes, o primeiro confronto entre Barcelona Real Madrid, e o segundo entre Atlético Madrid Athletic Bilbao, o ganhador de cada confronto se enfrentaram em final única pelo título. Todos os jogos foram disputados no King Fahd Stadium.

Confira agora um resumo de todas as partidas desta edição:

Barcelona 2×3 Real Madrid:

Barcelona e Real Madrid fizeram a primeira partida da competição, em um jogo que foi decidido apenas na prorrogação, a equipe de Madri bateu os catalães por 3 a 2.

Logo no início da partida, as duas equipes tinham estratégias definidas, o Barcelona mantendo a posse da bola, organizando seus ataques com paciência. Já o Madrid buscava o contra-ataque para aproveitar a velocidade de Vinícius Jr. nas costas da defesa do Barcelona, e assim saiu o primeiro gol do jogo, Benzema rouba a bola de Busquets e com toques rápidos, Vini Jr. foi acionado exatamente onde o Real queria, nas costas da defesa culé, o brasileiro saiu na cara do goleiro Ter Stegen e marcou 1 a 0.

Com o gol marcado, o jogo parecia cair no colo dos madrileños, já que os dois times vivem momentos diferentes, o Real com um time experiente e líder em La Liga, enquanto o Barcelona passa por um momento de renovação, com muitos jovens no elenco. Mas mesmo com o favoritismo e placar a favor da equipe de Ancelotti, ainda no 1º tempo, o Barcelona empatou o jogo com Luuk de Jong, após um erro do brasileiro Éder Militão.

No 2º tempo, Xavi fez alterações que fizeram o Barcelona criar chances e pressionar o Real Madrid, em grande parte os blaugranas estavam mais próximos de marcar o 2 a 1, mas após jogada individual de Mendy, seu conterrâneo, Karim Benzema marcou e colocou los blancos a frente do placar novamente. Xavi foi para o tudo ou nada, colocando jogadores ofensivos, assim que aos 82 minutos, a estrela de 19 anos, Ansu Fati empatou a partida e levou o jogo para prorrogação.

Com as alterações feitas por Xavi, o Barcelona jogou a prorrogação com um esquema bem ofensivo, o time ficou estruturado no famoso sistema WM (3-2-2-3), com isso, o Madrid seguiu explorando os espaços deixados pela defesa adversária e assim, Fede Valverde marcou o 3 a 2 e colocou o Real na decisão da Supercopa.

Atlético Madrid 1×2 Athletic Bilbao:

Atlético de Madrid e Athletic Bilbao decidiram a última vaga para a decisão da Supercopa, e de virada, a equipe basca chegou pela 2ª vez consecutiva na final – o Athletic foi o campeão da última edição da Supercopa –

Em um 1º tempo sem muitas chances claras, os dois times buscavam atacar rapidamente, sem muitos passes na criação de jogadas, porém como a equipe de Marcelino García Toral baixava muito as linhas de marcação, obrigou o Atléti a trabalhar mais a bola.

Na volta do intervalo, as duas equipes queriam evitar uma possível prorrogação e jogaram com mais intensidade na 2ª etapa. Com alterações feitas por Diego Simeone, o Atlético abriu o placar com uma cabeçada de João Félix na trave que rebateu no goleiro Unai Simón e foi para dentro do gol, com o 1 a 0 no placar, o jogo mudou de cenário, o Athletic saiu para o jogo e pressionou os colchoneros, obrigando Jan Oblak a fazer grandes defesas, mas Yeray Álvarez venceu o esloveno e empatou o jogo em jogada de escanteio, poucos minutos depois, Nico Williams marcou o 2 a 1 e colocou os bascos na final. O zagueiro do Atlético, José María Giménez, ainda foi expulso no final do jogo após entrada dura em Iñigo Martínez.

Real Madrid 2×0 Athletic Bilbao:

Real Madrid e Athletic Bilbao decidiram a final no último domingo (16), e com superioridade blanca, o Real se sagrou campeão da Supercopa da Espanha pela 12ª vez em sua história.

O Real Madrid foi preciso em suas oportunidades e neutralizou bem a equipe do País Basco. Como na partida da semifinal, a equipe do Athletic baixou suas linhas, assim deixando espaços na entrada da área, e foi assim que o Madrid abriu o placar, Luka Modric recebeu de Rodrygo e marcou um golaço para o Real. Um 1º tempo com grande domínio dos comandados de Ancelotti, podendo ter ido ao intervalo com uma vantagem maior.

Nos últimos 45 minutos, los leones claramente precisavam reagir, mas logo nos primeiros minutos do 2º tempo, em um chute de Benzema, a bola resvala no braço de Yeray, e é marcado pênalti para o Real Madrid, o próprio Benzema foi para a cobrança e marcou o 2 a 0. O Athletic ainda tentou reagir mas o trabalho defensivo do Madrid foi incrível. No final da partida, o Bilbao ainda consegue um pênalti após a bola bater no braço de Militão que acabou sendo expulso, mas Raúl García parou no goleiro Courtois, acabando com as chances de reação basca.

Carlo Ancelotti faz um trabalho excelente em sua volta como treinador merengue, líder isolado em La Liga, ainda disputa a Champions League e Copa do Rei, e fatura o título da Supercopa espanhola. Com uma defesa sólida independente dos jogadores que compõem o setor, um meio campo histórico com Casemiro; Toni Kroos e Luka Modric, e um ataque mortal comandado por Karim Benzema e Vinícius Jr. O Real Madrid acabou sendo superior aos seus adversários durante a competição.

SHARE