A UCL após 4 rodadas: classificados, eliminados e panorama dos grupos

Nesta quarta-feira (3), a UCL teve o complemento da 4ª rodada da fase de grupos da edição de 2021-22. Embora ainda restem dois confrontos para cada uma das 32 equipes, já é possível traçar o destino de algumas delas. Bayern de Munique, Juventus, Liverpool e Ajax garantiram suas classificações antecipadas à fase de mata-mata da Champions League, na medida em que RB Leipzig, Besiktas e Malmo já deram adeus a quaisquer chances de avanço.

No entanto, ainda existem chaves onde o equilíbrio impera. Dessa forma, o MondoSportivo Brasil traz um resumo rápido com o panorama da fase de grupos da Champions até aqui. Mais uma vez — e não poderia ser diferente — o principal torneio de clubes do mundo reservará muitas emoções para os confrontos decisivos ainda antes das oitavas de final. Venha acompanhar com a gente!

Grupo A: PSG tropeça, City toma a ponta e Clubb Brugge segue sonhando

Diante do RB Leipzig, na Alemanha, o PSG sofreu com mais uma atuação inconsistente. A equipe francesa até liderou grande parte do jogo pelo placar de 2 a 1, após Wijnaldum marcar duas vezes. No entanto, nos acréscimos da segunda etapa, um pênalti deu o primeiro ponto para o time alemão na UCL. Sendo assim, com o 2 a 2, o Paris Saint-Germain empatou pela segunda vez no torneio. Embora tenha vencido o Manchester City, por 2 a 0, acabou sendo ultrapassado pelo próprio rival inglês, que agora é líder.

No Etihad Stadium, os Cityzens golearam o Clubb Brugge novamente. Dessa vez, por 4 a 1, com gols de Foden, Mahrez, Sterling e Gabriel Jesus. Ou seja, daqui em diante, a equipe de Pep Guardiola controla o próprio destino em termos de liderança. A classificação ainda não foi confirmada, mas está muito próxima. Na 5ª rodada, o confronto contra o PSG pode definir, de uma vez, a posição do City no grupo A. Se vencer, garante a liderança. Já o Clubb Brugge certamente torcerá por um empate entre os gigantes da chave para, assim, ainda ter chances de se classificar às oitavas da UCL.

Grupo B: Liverpool passeia e trio de gigantes luta pela outra vaga

O Liverpool não só garantiu a classificação às oitavas da UCL, como já assegurou a 1ª colocação na chave. Isso em apenas quatro jogos. Tal feito foi possível devido à vitória diante do Atlético de Madrid, combinada com o empate entre Milan e Porto. Na Inglaterra, os Reds repetiram o resultado da rodada anterior e bateram o atual campeão espanhol. Diogo Jota e Mané marcaram no início do jogo. A expulsão do zagueiro Felipe, do Atleti, ainda na primeira etapa, facilitou as coisas para o Liverpool, que ditou o ritmo e segurou o placar por 2 a 0. Até aqui, campanha perfeita do time inglês, com 13 gols marcados e cinco sofridos.

Já o Milan respira por aparelhos na Champions, mas segue vivo. Isso, graças a um gol contra. Novamente, os rossoneri foram incapazes de repetir o bom desempenho mostrado na Serie A. Em casa, levaram o primeiro do Porto, mas Mbemba jogou contra as próprias redes na segunda etapa, mantendo o Milan na briga. Com apenas um ponto, o time italiano precisará vencer seus últimos dois compromissos e ainda torcer para que Atlético de Madrid e Porto não passem dos sete pontos cada. Missão difícil, até mesmo para chegar à Liga Europa. De volta à UCL após sete anos, o Milan vai precisar de melhores atuações… e de um milagre para poder seguir adiante.

Grupo C: Ajax nas oitavas, Borussia em queda e Sporting empolgado

Quem segura o Ajax? A equipe holandesa é mais uma a se garantir nas oitavas com duas rodadas de diferença. Isso porque o time holandês bateu o Borussia de novo, dessa vez na Alemanha. Reus até abriu o placar para o Dortmund, no fim da primeira etapa, mas naquele momento o Ajax já tinha um jogador a mais, após expulsão de Hummels. A virada, porém, veio só no fim. Três gols nos últimos dez minutos (Tadic, Haller e Klaasen), que sacramentaram o placar de 3 a 1 e afundaram o Borussia na UCL.

Isso porque, na contra-mão do time alemão, vem o Sporting. Os portugueses golearam o Besiktas de novo (4 a 1, na Turquia e, agora, 4 a 0). Com essas duas vitórias, o time igualou o Dortmund na tabela. Sendo assim, o confronto entre ambos na 5ª rodada pode determinar quem avança. Na verdade, se o duelo tiver um vencedor, este é o classificado. Em caso de empate, a luta prossegue para a rodada derradeira. Espera-se, portanto, contornos de emoção neste grupo C, que vê o Ajax despontar de forma dominante. Também não deixa de ser surpreendente a péssima campanha do Besiktas, sem pontos em quatro jogos.

Grupo D: Real e Inter se recuperam e assumem as primeiras colocações

Após inícios conturbados na UCL, os favoritos do grupo D, enfim, vão se ajeitando na competição. Isso porque o Real venceu mais uma, dessa vez em casa, diante do Shakhtar Donetsk. O placar de 2 a 1 pode ser resumido em dois personagens: Benzema e Vinicius Jr. Isso porque o francês marcou ambos os tentos e, nas duas vezes, foi servido pelo brasileiro. Outro brazuca (Fernando) descontou para o time ucraniano.

Com a vitória, o Real assumiu a ponta da chave. Logo atrás, vem a Inter, que também fez sua parte. Longe de seus domínios, a atual campeã italiana bateu o Sheriff Tiraspol, sensação do início do campeonato, por 3 a 1. Brozovic, Skriniar e Alexis Sánchez foram os autores dos gols. Adama Traoré (que não é aquele) descontou para o time da pequena Moldávia. No entanto, há esperança para a equipe que desbancou o Madrid em pleno Santiago Bernabéu. Com seis pontos, o Sheriff ainda recebe os merengues e, depois, visita o lanterna Shaktar. Inter e Real também duelam, naquele que pode ser o jogo decisivo para a liderança do grupo. De qualquer forma, nada ainda está definido nesta chave um tanto quanto ‘maluca’.

Grupo E: Bayern confirma classificação e Barça ganha sobrevida

O Bayern de Munique segue imparável na atual edição da Champions. Dono do melhor ataque da competição (17 gols), o time alemão goleou de novo nesta 4ª rodada. Novamente contra o Benfica, Robert Lewandowski anotou um hat-trick e conduziu o triunfo por 5 a 2, na Allianz Arena — vale lembrar que, em Portugal, o placar foi de 4 a 0 para o Bayern — Gnabry e Sané marcaram os outros dois gols da partida. Já Morato e Darwin Nuñez descontaram para os portugueses, que, apesar do revés, seguem vivos na disputa por uma vaga nas oitavas de final da UCL.

Contudo, o Benfica acabou ultrapassado pelo Barcelona, que novamente venceu o Dínamo de Kiev pelo placar mínimo. Ansu Fati marcou o gol salvador, já no segundo tempo, e que coloca os catalães na zona de classificação, neste momento. Com apenas duas bolas nas redes no torneio, aliás, o Barça é a equipe com pior ataque entre todas as vice-líderes de suas respectivas chaves. Embora tenha começado muito mal, com três derrotas seguidas, o time agora só depende de si. Isso porque, na próxima rodada, o duelo é direto contra o Benfica. Os espanhóis tem a vantagem do empate, em casa, para seguirem à frente no grupo.

Grupo F: Cristiano Ronaldo ‘salva’ United de novo contra a Atalanta; Villarreal se mantém vivo

Mais uma vez, Cristiano Ronaldo evitou o pior para o Manchester United — e seu treinador Ole Gunnar Solskjaer. Diante da Atalanta, em Bérgamo, os Red Devils ficaram atrás do marcador em duas oportunidades, mas contaram com o astro português para saírem de campo com um 2 a 2. Sendo assim, a equipe inglesa se mantém na liderança do grupo F, empatado em pontos com o Villarreal. Embora os espanhóis tenham melhor saldo de gols, no fim das contas, o que valerá como critério de desempate é o confronto direto. No primeiro encontro, o United bateu o Submarino Amarelo por 2 a 1.

A Atalanta, porém, segue viva na briga também. Com cinco pontos, a Dea depende dela, somente, para buscar a classificação. Isso porque o time ainda enfrenta o próprio Villarreal e o Young Boys. Por falar nos suíços, as três derrotas seguidas dificultaram a vida do time na Champions, mas nem tudo está perdido. O Young Boys conserva chances matemáticas de avanaçar. Porém, vai precisar vencer os dois jogos restantes, além de torcer por uma combinação específica de resultados. De qualquer forma, esta chave é, certamente, uma das mais equilibradas da Champions até este momento.

Grupo G: Sevilla amarga lanterna em chave embolada na UCL

Outro grupo incrivelmente equilibrado é o G. Isso porque, na 4ª rodada, Wolsfburg e Lille venceram somente pela primeira vez na competição. Mesmo assim, ambas as equipes seguem muito vivas na luta por uma vaga na próxima fase da UCL. Na verdade, ainda não há eliminados. O Sevilla, embora tenha sofrido a virada do Lille, por 2 a 1 em casa, ainda nutre chances de classificação. No entanto, será preciso pontuar a partir de agora.

A equipe espanhola tem apenas três pontos (três empates). Portanto, dois a menos que Wolfsburg e Lille. Já o RB Salzburg é, talvez, a grande ‘surpresa’ com sete pontos e a liderança do grupo neste momento. Todavia, a derrota para o Wolsfurg, por 2 a 1, embolou a disputa. Sendo assim, a 5ª rodada, que reserva Lille e Salzburg, além de Sevilla e Wolfsburg, pode alterar por completo todo o panorama que se desenhou até aqui. Torna-se impossível, portanto, neste momento, realizar qualquer proagnóstico certeiro sobre essa chave — a mais imprevisível dentre as oito da UCL.

Grupo H: Juventus garante vaga nas oitavas e Chelsea encaminha classificação

A trajetória de Juve e Chelsea segue tranquila na Champions. Isso porque ambos venceram de novo pela 4ª rodada, se distanciando ainda mais dos rivais. O time italiano bateu o Zenit por 4 a 2, em boa atuação coletiva, em Turim. Dybala marcou duas vezes e Chiesa e Morata completaram o placar. Dessa forma, a Vecchia Signora segue perfeita na UCL: quatro vitórias em quatro jogos, algo que só conseguiu no torneio em outras duas ocasiões (1995-96 e 2004-05).

Curiosamente, a equipe tem o mesmo número de vitórias no Campeonato Italiano, só que em 11 rodadas. Por algum motivo, a Juve vem conseguindo repetir boas atuações em âmbito europeu, para alegria de seus fãs. O clube está classificado para as oitavas e, agora, vai brigar pelo primeiro lugar com o Chelsea. Os atuais campeões, por sua vez, fizeram o dever “fora de casa”. Com gol de Ziyech, venceram o Malmo, pior time da competição. Sendo assim, o Chelsea segue na cola da Juventus e poderá se tornar líder caso vença o confronto direto, em Londres. Para Malmo e Zenit, resta a luta por uma vaga na Liga Europa.


SHARE