Wolfsburg volta a vencer na 10ª rodada da Bundesliga

Rodada 10 da Bundesliga

 

UNION BERLIN 2 X 5 BAYERN DE MUNIQUE

Gols: Giesselmann (43’) e Ryerson (65’) // Lewandowski (P) (15’), (23’), Sané (35’), Coman (60’) e Müller (79’)

Após a catastrófica derrota para o Gladbach, pela Pokal, no meio de semana por 5-0, o Bayern voltou ao seu “normal”, marcou cinco vezes e venceu o Union Berlin fora de casa sem muitas dificuldades.

Apesar do placar, não foi um jogo em que os bávaros acumularam chances atrás de chances e nem tiveram um volume tão grande. Os gols representaram muito mais sua eficiência, do que o número de oportunidades criadas. Foram só onze chutes e houve momentos na partida em que conseguiu contra-atacar por conta do adversário estar administrando a posse, como foi no gol de Coman.

A liderança da Bundesliga segue nas mãos do time de Nagelsmann e no topo da artilharia, Lewandowski se isola cada vez mais, agora com doze gols, já que Haaland, seu principal concorrente, teve uma séria lesão, só deve voltar em 2022 e, com isso, estacionou com nove gols.

BAYER LEVERKUSEN 0 X 2 WOLFSBURG

Gols: Nmecha (48’) e Arnold (51’)

O confronto na BayArena botava frente a frente dois times que começaram a temporada voando, mas que vivem um péssimo momento. 

O Leverkusen, desde que foi goleado pelo Bayern, se desestabilizou e não venceu mais. Com a derrota deste fim de semana, chegou ao seu quinto jogo seguido sem vitória. 

Já o Wolfsburg estava em uma fase ainda pior. Após liderar a Bundesliga nas rodadas iniciais, entrou numa sequência de oito jogos sem vitória, o que gerou, inclusive, a troca no comando de Mark van Bommel por Florian Kohfeldt.

E, na estreia do novo treinador, os ‘Lobos’ conseguiram respirar e voltaram a se aproximar do G4. Enquanto do outro lado, nem com a mudança para o esquema de três zagueiros, o Bayer conseguiu amenizar a situação. No entanto, seu caso ainda não é desesperador, já que, mesmo nesta seca, ainda ocupa a quarta colocação do campeonato.

Vale ressaltar que o resultado da partida teve interferência direta de Kohfeldt, que voltou do intervalo com Lukebakio e Paulo Otávio, os dois jogadores que iniciaram a jogada de cada gol com menos de dez minutos da segunda etapa.

Outro ponto interessante de se observar e que, talvez, ajude-nos a entender a má fase atual do Leverkusen, foram as finalizações. No total, finalizaram treze vezes, apenas uma a mais que o Wolfsburg, mas dentre todas as chances, somente o chute de Alario, no pênalti aos 96 minutos, foi na direção do gol, e nem assim foi o suficiente para marcar.

BORUSSIA DORTMUND 2 X 0 COLÔNIA

Gols: Hazard (40’) e Tigges (63’)

O vice-líder, Borussia Dortmund, venceu e continua a perseguir o Bayern na ponta da tabela. Foi a primeira vez em toda a Bundesliga 21/22 que a equipe terminou uma partida sem sofrer gols. Mas, apesar da vitória e do ‘clean sheet’, não foi um bom jogo dos aurinegros. 

O Colônia, por sua vez, jogou melhor por vários momentos da partida. Teve mais a posse e finalizou mais do que o dobro de vezes dos donos da casa. O time de Steffen Baumgart conseguiu aliar posse de bola a um bom volume de jogo. Envolveu a defesa do Dotmund algumas vezes e criou boas chances, mas parou na grande partida do goleiro adversário, Gregor Kobel

Marco Rose, ainda com muitos desfalques, principalmente Haaland, escalou o time novamente com três zagueiros. Com o domínio do adversário no 2ºT, tentou se escorar nos contra-ataques, mas nem nisso foi efetivo. Reus fez uma partida abaixo e Malen estava voltando de lesão. O segundo gol – do alívio -, curiosamente, veio no melhor momento do Colônia na partida em uma bola aérea ocasional. 

 

FRANKFURT 1 X 1 RB LEIPZIG 

Gols: Tuta (90’+4) // Poulsen (35’)

O Frankfurt de Oliver Glasner empatou mais um jogo na Bundesliga. Já são tantos empates nesta edição que a frase anterior está quase se tornando redundante. Foi o sexto em dez partidas disputadas e a equipe não consegue se desvencilhar das últimas posições da tabela.

Apesar desse incômodo cenário estabelecido, a igualdade no placar nesse jogo veio com “sabor de vitória”. O time perdia pela primeira vez na história em sua casa para o Leipzig até o minuto 94, quando o zagueiro Tuta apareceu no ataque para marcar de cabeça o seu primeiro gol na história da Bundesliga.

Pelo lado dos ‘Touros’, decepção. Além de ter sofrido o gol nos acréscimos, teve a chance de ouro, com Forsberg, para ampliar e deixar o jogo mais tranquilo; porém, o sueco isolou a bola mesmo com o goleiro e zaga adversários já batidos. Como consolação, pelo menos o time de Jesse Marsch manteve sua sequência invicta na Bundesliga, que, agora, já chega a seis jogos.

 

BORUSSIA M’GLADBACH 2 X 1 BOCHUM

Gols: Pléa (12’) e Hofmann (40’) // Danny Blum (86’)

Depois da empolgante vitória no meio de semana sobre o Bayern, o Gladbach foi embalado para enfrentar o frágil Bochum. E, apesar do placar apertado, foi um bom jogo dos ‘Potros’ no geral. Seu único ponto negativo foi não ter conseguido matar o jogo quando teve chance, deixando a reta final preocupante, principalmente após o gol de honra de Danny Blum.

O nome do jogo foi Pléa, que voltou ao time titular, marcou um gol e anotou uma assistência. Inclusive, a volta do atacante ao time, fez com que Adi Hütter mudasse o esquema. Largou o 3-4-1-2 e se adaptou ao 4-2-3-1. E mesmo com Pléa deslocado para a esquerda, jogando fora de posição, o sistema ofensivo funcionou mais uma vez. O francês, apesar de partir da ponta esquerda, fazia movimentos centralizados, se deslocando para o setor onde rende melhor e abrindo o corredor para o lateral esquerdo, Bensebaini. O mesmo acontecia do outro lado, com Hofmann centralizando e Scally dando profundidade.

 

Outros jogos da 10ª rodada da Bundesliga:

Hoffenheim 2 x 0 Hertha Berlin

Arminia Bielefeld 1 x 2 Mainz 05

Freiburg 3 x 1 Fürth

Augsburg 4 x 1 Stuttgart

Standings provided by SofaScore LiveScore

SHARE