Bundesliga, tudo sobre a segunda rodada

2ª rodada da Bundesliga

A rodada deste fim de semana (20, 21 e 22) foi marcada pelas homenagens ao lendário centroavante alemão, Gerd Müller, que veio a falecer no dia 15 deste mês. Durante todos os jogos foi respeitado um minuto de silêncio em respeito à figura de um dos maiores nomes da história do futebol alemão. Além disso, todas as equipes usaram faixas negras no braço de todos os jogadores para representar o luto.

RB LEIPZIG 4 X O STUTTGART

Gols: Szoboszlai (38’), (52’), Forsberg (46’) e André Silva (65’)

Podemos dizer que o vice-campeão da temporada passada, Leipzig, só estreou na Bundesliga nesta segunda rodada. Após a surpreendente derrota pro Mainz na estreia, a equipe se recuperou e fez um jogo dominante diante do Stuttgart. Os destaques foram justamente as contratações que o time fez para essa temporada, Szoboszlai e André Silva. O húngaro marcou dois gols na vitória, os dois de fora da área, e já mostrou o quão pode ser útil nessa temporada. Já o português, não teve uma atuação de tanto destaque, mas marcou seu primeiro gol, de pênalti, com a camisa dos ‘Touros’. Além deles, ainda houve tempo para que Forsberg complementasse a linda jogada coletiva e fizesse um gol com apenas 15 segundos da segunda etapa.

O Stuttgart, após ter feito um baita resultado na primeira rodada, acabou perdendo todo o saldo construído anteriormente apenas nesta partida. A equipe apenas pereceu diante da ótima partida ofensiva do adversário e ainda contou com boas participações de seu goleiro para evitar um desastre maior.

HERTHA BERLIN 1 X 2 WOLFSBURG

Gols: Lukebakio (60’) // Baku (73’) e Lukas Nmecha (88’)

O Wolfsburg, de virada, conquistou sua segunda vitória no campeonato e agora é a única equipe com 100% de aproveitamento. Em contrapartida, o Hertha, que teve a vitória nas mãos jogando em casa, acumulou sua segunda derrota seguida e amarga a lanterna da competição.

Na partida, o centroavante Weghorst, mais uma vez, travou um duelo pessoal com o goleiro adversário, Alexander Schwolow. Mas, dessa vez, o holandês terminou a partida sem marcar. Desperdiçou duas boas chances que só não fizeram falta devido ao gol salvador de Lukas Nmecha, que veio do banco, na reta final do jogo.

O Hertha parece ainda estar tentando escolher seu onze ideal e encaixar seus novos contratados em um esquema que os deixe confortáveis. 

FREIBURG 2 X 1 BORUSSIA DORTMUND 

Gols: Grifo (6’) e Sallai (53’) // Keitel (59’) (GC)

O Freiburg venceu o Dortmund pela segunda vez seguida sob seus domínios. Vale lembrar que até a temporada passada, a equipe vivia uma freguesia de nove anos para os aurinegros.

A partida foi ditada pelo gol marcado muito cedo pelos donos da casa. Grifo foi muito feliz e marcou um golaço de falta já aos seis minutos. A partir disso, o Freiburg abaixou suas linhas de defesa e fez com que o Borussia ficasse desconfortável tendo que propor o jogo. É sabido que o DNA dos aurinegros é baseado em ataques rápidos e transicionais, geralmente com campo aberto pra atacar e explorar, portanto, diante de uma defesa compactada, o time teve dificuldades para criar e, além disso, viu seus jogadores de frente fazerem partidas ruins.

Enquanto isso, os mandantes faziam boa partida diante de sua proposta. Preenchiam muito bem o meio de campo, lugar onde as principais peças do Dortmund ficavam, e saíam em velocidade nos contra-ataques. Assim, chegou ao 2 a 0 e ficou ainda mais confortável. O Borussia não conseguiu reagir e seu gol de honra só veio através de um cruzamento da direita e que o volante Keitel marcou contra ao tentar interceptar.

FRANKFURT 0 X 0 AUGSBURG

Podemos classificar a partida entre Frankfurt e Augsburg como um ataque contra defesa. Durante toda a partida os donos da casa foram dominantes e atacaram o tempo todo. Foram 21 finalizações, mas nenhuma delas capaz de furar o bloqueio defensivo adversário. Apesar do zero no placar, foi uma boa atuação do time. Borré fez boa partida e se mostra cada vez mais incomodado para tentar marcar seu primeiro gol e Hauge, que foi reserva no primeiro jogo, jogou de titular, fez uma boa atuação e quase marcou seu segundo gol.

Ao Augsburg, restou apenas resistir e contar com boas intervenções de seu goleiro, Rafal Gikiewicz. O jogo se tornou ainda mais difícil pois perdeu duas peças ofensivas, Jan Morávek e Niederlechner, por lesão.

BOCHUM 2 X 0 MAINZ 05

Gols: Holtmann (21’) e Sebastian Polter (56’)

O jogo entre Bochum e Mainz serviu para nos mostrar o quão equilibrada a Bundesliga é. O mesmo Mainz que acabara de vencer um dos postulantes ao título, Leipzig, na primeira rodada, perdeu para o Bochum recém-promovido à elite.

Os donos da casa aproveitaram da força da sua torcida para fazer um bom jogo e garantir seus primeiros gols e a primeira vitória da temporada. Holtmann aos 21 minutos fez 1 a 0 em um dos gols que provavelmente irá concorrer entre os mais bonitos no fim do ano. Bela jogada individual atravessando praticamente meio campo conduzindo a bola e driblando os adversários. 

O 2 a 0 veio só no segundo tempo, mas vale lembrar que o Bochum ainda teve um gol anulado pelo VAR na primeira etapa. Já o Mainz, não ameaçou muito e nas poucas vezes que chegou, parou na boa partida de Manuel Riemann.

FÜRTH 1 X 1 ARMINIA BIELEFELD

Gols: Hrgota (50’) // Fabian Klos (45’)

O Fürth recebeu o Arminia em sua casa e conseguiu se impor pra cima de seu adversário. Na primeira etapa, o atacante Hrgota forçou o erro da zaga adversária fazendo com que Abiama ficasse cara a cara com o goleiro, mas o atacante acabou finalizando muito mal e a bola foi pra fora. O Fürth continuou trabalhando a bola no campo ofensivo, mas sem criar grandes chances, até que foi punido numa falta de atenção da zaga na bola aérea no último minuto da primeira etapa. O cruzamento veio da direita e Fabian Klos se antecipou ao zagueiro para fazer 1 a 0.

No início do segundo tempo, os mandantes mantiveram o ritmo e logo aos cinco minutos carimbaram duas bolas seguidas na trave. No rebote, a bola acabou batendo no braço do defensor e o árbitro, após consulta ao VAR, assinalou o pênalti. O capitão Hrgota se encarregou da cobrança e fez o primeiro gol da equipe na Bundesliga. O Arminia Bielefeld até chegou a ficar em desvantagem numérica na reta final do jogo porque Schöpf recebeu dois amarelos e foi expulso. E o Fürth até teve chances depois, mas não conseguiu se aproveitar da vantagem para vencer pela primeira vez na competição.

BAYER LEVERKUSEN 4 X 0 BORUSSIA M’GLADBACH

Gols: Bakker (3’), Schick (8’), Diaby (55’) e Amiri (87’)

A maior goleada da rodada, surpreendentemente, aconteceu em um dos jogos mais equilibrados, pelo menos na teoria. Bayer e Gladbach são duas equipes que costumam batalhar pelas primeiras vagas do campeonato e, por isso, esperava-se um jogo com forças iguais.

No entanto, isso não foi o que vimos na prática. Aos dez minutos da primeira etapa, os donos da casa já venciam por 2 a 0. Bakker marcou seu primeiro gol pela equipe em uma infelicidade de Sommer e Schick continuou a esticar sua boa fase desde a Eurocopa marcando mais uma vez. 

Foi um dia em que nada deu certo para os ‘Potros’. Além de sair em desvantagem logo cedo, perdeu Thuram, Lainer e Ginter por lesão, os dois primeiros ainda no primeiro tempo. Além disso, viu seu capitão, Stindl, desperdiçar um pênalti, que poderia botar a equipe de volta no jogo, nos minutos finais do primeiro tempo. Logo no início da segunda etapa, Diaby recebeu cruzamento, dominou e bateu cruzado. A bola desviou e matou as chances do goleiro. E, para piorar, no final da partida, ainda houve tempo para Sommer engolir um ‘frango’ e tomar o quarto gol.

Uma tarde infeliz para os visitantes e uma tarde em que tudo deu certo para o Leverkusen, que mereceu a goleada por saber explorar as fraquezas do adversário.

HOFFENHEIM 2 X 2 UNION BERLIN

Gols: Akpoguma (14’) e Bruun Larsen (30’) // Giesselmann (10’) e Awoniyi (47’)

Em um duelo muito equilibrado e que ninguém mereceu perder, Hoffenheim e Union Berlin empataram por 2 a 2. Apesar de serem duas boas e equilibradas equipes, o confronto deste fim de semana expôs um claro duelo pessoal dos craques dos dois lados, Kramaric pelo Hoffe e Kruse pelo Union.

Aos 15 minutos do primeiro tempo o jogo já estava 1 a 1. Logo depois, aos 17, Kruse bateu uma falta de muito longe e carimbou o travessão. No minuto 30, foi a vez de Kramaric aparecer e servir Bruun Larsen atrás da linha de defesa para virar o jogo. Esta foi a quarta assistência do croata em dois jogos.

No segundo tempo, Kruse respondeu logo cedo. Em um lance muito parecido com o segundo gol do Hoffe, encontrou Awoniyi sozinho, que desperdiçou na primeira vez, mas se aproveitou do vacilo do zagueiro para empatar no rebote.

Mais tarde, Kruse ainda apareceria para um belo chute na entrada da área, mas o goleiro Baumann fez bela defesa em seu contrapé. No último minuto do jogo, o zagueiro do Union, Friederich, foi expulso por receber dois cartões amarelos, porém, era tarde demais para os donos da casa conseguirem aproveitar a vantagem.

BAYERN DE MUNIQUE 3 X 2 COLÔNIA

Gols: Lewandowski (50’), Gnabry (59’) e (71’) // Modeste (60’) e Mark Uth (62’)

O atual campeão conseguiu sua primeira vitória na competição de uma maneira mais difícil que o esperado. O Colônia, que não perdia desde maio, fez jogo duro e deixou os donos da casa incomodados.

Após um primeiro tempo zerado e sem gols, os times guardaram as emoções pro segundo tempo. O meia Musiala entrou no intervalo botando fogo no jogo e logo aos cinco minutos fez uma bela jogada pela esquerda e serviu Lewandowski para abrir o placar. Esse foi o 12º jogo seguido de Bundesliga que o polônes marcou pelo menos um gol, igualando seu recorde anotado na temporada 12-13.

O Bayern faria 2 a 0 nove minutos depois com Gnabry e, teoricamente, encaminharia uma vitória tranquila. Mas o Colônia não pensava assim e organizou uma reação relâmpago. Apenas quatro minutos depois do segundo gol bávaro, a partida já estava empatada. Os atacantes Modeste e Uth aproveitaram o momento de cochilo da zaga de marcaram duas vezes em dois cruzamentos, um de cada lado.

No entanto, os visitantes não comemoraram por muito tempo, pois Gnabry novamente marcou. Kimmich serviu o ponta na entrada da grande área, pelo lado direito, que finalizou forte e o goleiro adversário não pôde reagir. Esta foi a segunda assistência do meia no campeonato e Gnabry estendeu ainda mais a freguesia dos ‘Bodes’. Agora já são onze gols para o atacante em apenas oito jogos disputados contra o Köln.

Standings provided by SofaScore LiveScore

SHARE