O que o Atlético Mineiro precisa mudar para se classificar?

O Atlético Mineiro comandado por Cuca tem conquistado resultados positivos na temporada, sendo inclusive o segundo colocado no campeonato Brasileiro, atrás do líder Palmeiras por apenas 2 pontos, mas tem tido atuações questionáveis em várias partidas.

É inegável a fase majestosa que vive o atacante Hulk, tendo balançado as redes 29 vezes nessa temporada, além das ótimas atuações de Nacho que fazem toda diferença na quantidade de oportunidades criadas durante a partida, e é nesse ponto que eu queria chegar!

Nas partidas em que Nacho não pôde ser titular ou que o adversário atuou muito bem na marcação do meia, o Atlético fica sem alternativa para gerar criação de oportunidade para os homens de frente e consequentemente tem muita dificuldade para causar perigo a baliza adversária.

No jogo de ida contra o Boca Juniors     na Bombonera o Atlético teve mais posse de bola (56%) mas chutou apenas 6 vezes, sendo somente 2 no alvo. A média do Galo na competição é de 15 chutes por partida e 8 no alvo, além disso, é importanteidentificar que o time circulou muita bola no entrada da área mais sem objetividade.

Se analisarmos o mapa de calor dos homens de frente, podemos ver como Savarino e Zaracho não tiveram sucesso nas jogadas em profundidade e ficaram basicamente tocando na bola na entrada do 2ª terço do campo, e Nacho não conseguiu circular bola no corredor central como naturalmente faz, suas ações foram em sua maioria nos corredores laterais, o que não é comum, isso se deve a densidade que o Boca Juniors criou no corredor central do campo.

Outro ponto importante da partida de ida foi a linha de 4 que o Boca colocou na frente da linha defensiva do Atlético, fazendo pressão na saída de bola e evitando um dos pontos fortes do time brasileiro, a saída 3+1 com o volante encostando nos zagueiros e gerando espaço nas costas da linha, isso impossibilitou que a bola chegasse com qualidade para o Nacho por exemplo, ou que os volantes tivessem espaço para distribuir o jogo de maneira a gerar vantagem.

Esses pontos interferiram bastante no sistema de jogo que o Galo costuma adotar durante as partidas para fazer um resultado positivo. Acredito que se esses pontos forem revistos e alternativas criadas para ultrapassar essa sistemática adotada pelo adversário, o Atlético Mineiro tem bastante chance de se classificar visto que é um time mais capacitado tecnicamente, que possui jogadores com experiência em jogos decisivos e que tem qualidade de sobra pra fazer a diferença.

SHARE