Em um jogo sem muitas chances, Inglaterra e Escócia ficam no empate

Nesta sexta-feira (18), em jogo válido pela segunda rodada do Grupo D da Eurocopa, Inglaterra e Escócia fizeram o grande clássico em Wembley. Em um jogo com pouquíssimas oportunidades e boa postura defensiva dos escoceses, a partida ficou em 0x0.

Primeiro tempo: Inglaterra com mais volume e Escócia com bom comportamento defensivo 

A Inglaterra começou com mais posse de bola tentando envolver o sistema defensivo da Escócia. Com uma saída mais sustentada em 4+2 (linha de quatro defensores e os dois volantes próximos da base da jogada), os Three Lions tomaram a iniciativa do jogo. 

Porém, a primeira chance clara de gol foi dos escoceses. Logo aos três minutos de jogo, depois de uma ótima triangulação pelo lado direito, O’Donnell cruzou na entrada da área. Che Adams recebeu e bateu firme. A bola ia na direção do gol, mas Stones bloqueou e impediu o primeiro gol da Escócia. 

Aos 11 minutos, foi a vez da  Inglaterra chegar com perigo. Stones subiu mais alto do que a defesa adversária após cobrança de escanteio e cabeceou firme. A bola explodiu na trave esquerda do goleiro Marshall. Quase gol dos donos da casa. 

A Inglaterra assumiu ainda mais o controle do jogo. A equipe de Gareth Southgate tentava progredir com a posse e chegar aos terços finais do campo. Neste sentido, é importante destacar o papel de Mason Mount. O meio-campista do Chelsea recuava em uma zona mais baixa do campo para oferecer apoio e gerar jogo aos Three Lions. 

No entanto, faltava aproximação e jogo associativo dos principais jogadores. Mesmo com mais posse de bola (63%), os ingleses não chegavam com tanto perigo à meta de Marshall. Do outro lado, a Escócia marcava com um bloco alto-médio, cortava linhas de passes e pressionava os portadores da bola. A proposta era evidente. Roubar e acelerar com velocidade. 

Mas o lado esquerdo da Escócia ainda era muito perigoso. E foi por ali que eles tiveram mais uma grande chance. Tierney recebeu em profundidade e fez o cruzamento. A bola atravessou a área e encontrou O’Donnell. O ala-direito pegou de primeira e obrigou o goleiro Pickford a fazer uma grande defesa.

A Inglaterra tinha dificuldades para criar. E para quebrar o sistema defensivo dos escoceses, o time de Gareth Southgate mudou a sua saída. Começou a utilizar uma construção de três jogadores, com os dois zagueiros e Declan Rice na base da jogada pela esquerda . Os laterais ganhavam campo pelos lados e Sterling, Mount, Foden e Philipps ocupavam o centro do campo. 

Mas faltava velocidade e capacidade de verticalizar o jogo. Além disso, a Inglaterra tinha pouca profundidade. Sendo assim, a Escócia conseguia neutralizar o jogo dos donos da casa e evitar chances mais claras de gol. 

Segundo tempo: Escócia segura os ingleses e garante o empate em Wembley

A Inglaterra voltou para o segundo tempo mais objetiva. E logo aos dois minutos, Mason Mount quase abriu o placar. O camisa 19 veio de fora para dentro conduzindo a bola e chutou firme. Marshall fez grande defesa. 

Aos poucos o volume de jogo da Inglaterra aumentou. A equipe verticalizava mais o jogo e chegava com muitos homens ao último terço do campo. Já a Escócia não apresentava a mesma consistência defensiva da primeira etapa e também não conseguia ter as transições rápidas. 

Mas aos 17 minutos os escoceses tiveram mais uma grande oportunidade. Desta vez com o atacante Dykes. Depois da sobra de escanteio, o camisa 9 pegou de primeira e mandou firme no canto. Mings apareceu de última hora e impediu o gol quase em cima da linha. 

Com mais da metade da etapa complementar, o ritmo da Inglaterra foi diminuindo. Mesmo com a entrada de Jack Grealish no lugar de Phil Foden, os ingleses não conseguiam apresentar uma melhora ofensiva. Além disso, a marcação da Escócia voltou a ter a mesma intensidade do primeiro tempo e dificultar qualquer ação dos donos da casa.

Nos minutos finais a Inglaterra esboçou uma reação. Porém, a equipe de Gareth Southgate não teve mecanismos para quebrar a linha de cinco dos seus rivais. Sem muitas chances para os dois lados, a partida terminou em 0 a 0. 

Dados: 

  • Na 115ª partida em todas as competições, Inglaterra e Escócia registraram apenas o quarto empate sem gols, após 1872, 1970 e 1987. Foi a primeira vez em que as duas equipes empataram por 0 a 0 em Wembley. 
  • Este foi o 17º empate sem gols da Inglaterra em um grande torneio (Eurocopa + Copa do Mundo). Dois a mais do que qualquer outro time na história dessas competições.

Próximos jogos de Inglaterra e Escócia: 

Na próxima rodada, a Inglaterra enfrenta a República Tcheca, em Wembley, na  terça-feira (22) às 16 horas. No mesmo dia e horário, no estádio Hampden Park, a Escócia enfrenta a Croácia. 

Standings provided by SofaScore LiveScore

SHARE