Como Eric Garcia pode ajudar o Barcelona de Ronald Koeman?

O Barcelona anunciou na última semana a contratação do zagueiro Eric Garcia. O defensor de 20 anos e ex-Manchester City assinou um contrato de cinco anos com o clube blaugrana e com uma multa rescisória de 400 milhões de euros. O espanhol chega para ser mais uma alternativa para o sistema defensivo que foi um dos grandes problemas da equipe culé na temporada 2020/2021.

Início de carreira do jovem espanhol  

O defensor nasceu em Barcelona. Identificado com o clube catalão, Eric Garcia iniciou a sua trajetória futebolística em um dos principais centros de jovens jogadores do mundo: a La Masia. O espanhol passou por quase todos os times de base do clube blaugrana e chegou ao sub-16 da equipe azul-grená em 2016. 

Entretanto, depois de jogar por uma temporada na categoria, Eric Garcia foi negociado junto ao Manchester City em julho de 2018. O jogador foi contratado para integrar a equipe sub-18 dos Citizens. 

Depois de dois anos nos times sub-18 e sub-23 da equipe de Manchester, o defensor ganhou as suas primeiras oportunidades no time principal na temporada 2019/2020. 

Em sua primeira temporada pelo primeiro time do Manchester City, Eric Garcia apresentou bons números. Ainda mais por se tratar de um jovem que acabara de subir ao elenco dos profissionais. Na Premier League foram 13 jogos no total, sendo que oito deles o defensor iniciou entre os 11 titulares.

A última temporada de Eric Garcia

Nas copas nacionais o jogador também teve as suas chances. Foram dois jogos pela Copa da Liga Inglesa e mais três pela Copa da Inglaterra – todos eles como titular. Eric Garcia terminou a temporada com 18 partidas no time principal dos Citizens logo em seu primeiro ano. Sinal de confiança do técnico Pep Guardiola e também do seu bom desempenho individual. 

Muitos esperavam um salto na temporada 2020/2021. Mas a própria janela de transferências do City (Rúben Dias e Nathan Aké) indicou o contrário. Além disso, a sua questão contratual foi um dos percalços. Garcia estava no seu último ano de contrato e deixou clara a sua intenção de não renovar com os Citizens – com o objetivo de retornar à sua casa. 

Na última temporada, o jogador entrou em campo em 12 oportunidades. Seis jogos pela Premier League, três pela Champions, dois pela Copa da Inglaterra e um pela Copa da Liga. 

Com sinal verde e caminho aberto, o Barcelona finalizou as negociações com o jovem espanhol ainda no meio da temporada passada, antes de anunciá-lo como novo reforço para 2021/2022. 

Quais são as características de jogo de Eric Garcia e como ele pode ajudar o Barcelona? 

Eric Garcia é um jogador muito jovem. Em duas temporadas jogando como profissional, o atleta ainda não teve uma amostra tão significativa no Manchester City. Porém, mesmo com poucos minutos em campo, o defensor tem sido uma peça frequente nas convocações do técnico Luis Enrique na Seleção Espanhola – inclusive o jogador estará na Euro 2020

Analisando o seu contexto no Manchester City, Eric Garcia atuava como zagueiro pelo lado direito e esquerdo. Os posicionamentos do defensor variavam de acordo com a sua dupla. 

Os Citizens, assim como o Barcelona, é uma equipe que tem um jogo sempre muito propositivo. Sendo assim, para que o time apresente uma fluidez e consiga progredir com a posse, é necessário que os seus defensores tenham uma boa saída pelo chão.

Eric Garcia tem essa virtude. Seja jogando pelos lados ou centralizado em uma saída de 3+1 e/ou 3+2, o zagueiro espanhol tem capacidade para verticalizar o jogo e quebrar as primeiras linhas de marcação com passes de ruptura e também com bolas longas. 

Vale destacar também que mesmo quando o central joga pelo lado esquerdo ele tem uma boa postura corporal para orientar o seu domínio com a perna “mais fraca” e dar progressão ao jogo. Os simples gestos técnicos são importantes para que a equipe acelere o jogo com mais facilidade. Além disso, Eric Garcia também é um defensor com boa capacidade para avançar no campo com conduções.

Como joga na defesa?

Defensivamente o jogador também possui alguns atributos interessantes. Eric Garcia é um zagueiro veloz. Por conta disso, o espanhol consegue fazer um bom controle de profundidade quando é exigido. 

Como Manchester City e Seleção Espanhola são equipes que jogam com uma linha mais alta, os defensores precisam ter velocidade e  um bom domínio da profundidade para impedir uma eventual transição rápida do adversário. Lembrando que este contexto pode se repetir no Barcelona. O clube catalão também é um time que joga com a última linha defensiva mais adiantada. 

O jovem defensor também tem um bom posicionamento em situações de bolas descobertas e boa postura corporal para proteger a entrada da área pelo alto – apesar de não ser um zagueiro tão alto (182cm) – e pelo chão. 

Eric Garcia ainda é um atleta muito jovem e que, mesmo com uma amostra “pequena” (dois anos como profissional), mostrou um bom potencial neste curto período de Manchester City e Seleção Espanhola. O Barcelona aproveita uma boa oportunidade de mercado para fortalecer e complementar o sistema defensivo da equipe. 

SHARE