Inter de Milão anuncia contratação do técnico Simone Inzaghi

A Inter de Milão, atual campeã da Serie A do Campeonato Italiano, anunciou oficialmente nesta quinta-feira (3) a contratação do técnico Simone Inzaghi, que vai substituir Antonio Conte no comando do clube nerazzurro.

Em um comunicado divulgado em suas redes sociais, a Internazionale informou que o ex-treinador da Lazio assinou um vínculo válido pelas próximas duas temporadas.

Aos 45 anos de idade, Inzaghi é o irmão mais novo do ex-atacante do Milan e também técnico Filippo Inzaghi. Em abril de 2016, depois de treinar os times de base da Lazio, ele assumiu o comando da equipe principal e realizou ótimos trabalhos, tendo conquistado uma Copa da Itália (2019) e duas Supercopas da Itália (2017 e 2019).

Em seis temporadas na Lazio, Inzaghi registrou 134 vitórias, 45 empates e 72 derrotas. O melhor resultado alcançado pelo ex-centroavante foi um quarto lugar na edição de 2019/20 da Serie A, conseguindo levar novamente o time da capital para a Liga dos Campeões depois de anos de ausência.

Uma das principais missões de Inzaghi no comando da Inter será substituir Conte, além de tentar manter o alto nível da sua nova equipe. Em relação ao sistema tático, os dois treinadores optam em atuar com três homens na defesa, então os jogadores interistas não precisarão se adaptar a um diferente esquema organizacional.

Apesar das semelhanças no estilo de jogo, Inzaghi e Conte possuem algumas diferenças que poderão afetar positivamente ou não o futuro da Internazionale. Uma das mudanças está no salário, já que o ex-técnico da Lazio receberá por ano cerca de 4,5 milhões de euros, um valor bem inferior aos 12 milhões de euros anuais do seu antecessor.

Inzaghi poderá relançar o dinamarquês Christian Eriksen, ou seja, conceder ao meio-campista maior liberdade e responsabilidade dentro do campo, assim como tinha o espanhol Luis Alberto na Lazio. O croata Marcelo Brozovic também deverá ganhar mais espaço na frente da defesa e o zagueiro Stefan de Vrij reencontrará o técnico que já em Roma o fazia construir as jogadas ofensivas a partir dos seus pés.

O artilheiro Romelu Lukaku não deverá se mover do setor ofensivo, mas há dúvidas sobre quem será seu companheiro de ataque. As permanências dos sul-americanos Alexis Sánchez e Lautaro Martínez não são garantidas, principalmente do argentino, que vem recebendo propostas do futebol espanhol. Neste departamento, Inzaghi precisará escolher se vai dar um voto de confiança ao jovem Andrea Pinamonti ou ir às compras no mercado de transferências.

Com Brozovic na cobertura, Achraf HakimiIvan Perisic ganhariam mais liberdade nas pontas para auxiliar os dois centroavantes. Além disso, Eriksen daria suporte na construção das jogadas, principalmente com sua imprevisibilidade.

Na última edição da Serie A, Conte teve mais sucesso que Inzaghi nas substituições, segundo dados do site Transfermarkt. O ex-técnico da Inter viu sua equipe marcar 23 vezes graças aos jogadores que saíram do banco de reservas. Já o seu sucessor nos nerazzurri conseguiu apenas 11 gols na Lazio, apesar de ter sido o treinador que fez mais alterações, com 184. Vale relembrar que o plantel interista tinha três componentes a menos em comparação aos romanos.

A Internazionale resolveu apostar em um técnico de menor custo, mas que tem algumas características parecidas com Conte. Inzaghi, apesar do enorme desafio que o aguarda, terá totais condições de realizar um ótimo trabalho em Milão e fazer valer a pena a decisão de Steven Zhang em escolhê-lo.

SHARE