Brasileiros no Mundo: Raphinha

A temporada 2020/21 da Premier League terminou no último final de semana. Dessa forma, o Leeds United, que voltou a divisão de elite do futebol inglês, fez uma boa campanha. Com 18 vitórias, 5 empates e 15 derrotas, a equipe comandada por Marcelo Bielsa terminou na 9ª posição com 59 pontos. A segurança do clube no torneio vem pelo desempenho de muitos jogadores, mas de um jogador em especial: Raphinha. Aos 24 anos, o ponta chegou nesse ínterim na Inglaterra e foi um dos que mais se destacaram pelos Whites. Assim, o MondoSportivo Brasil conta um pouco mais da carreira deste promissor atleta brasileiro.

Início de carreira de Raphinha

Raphael Dias Bellolli, ou simplesmente Raphinha, nasceu em 14 de dezembro de 1996, em Porto Alegre. Em sua infância e adolescência, teve suas dificuldades para seguir seu sonho em ser um jogador de futebol. Em algumas entrevistas, o brasileiro relatou a origem humilde de sua família, e as complicações no início que passou para conseguir comparecer aos treinos, pelo custo que isso o trazia, como na passagem para ir treinar. Entretanto, sempre comentou sobre a importância da presença de sua família, para continuar persistindo este sonho.

Visto isso, Raphinha hoje ajuda crianças necessitadas junto de seu pai em Porto Alegre, tentando utilizar para o bem da sua comunidade, tudo aquilo que o futebol lhe proporcionou. Sobre futebol, o brasileiro começou jogando na base do Audax, clube de São Paulo. Porém, ainda na base, se mudou para Florianópolis para jogar no Avaí, time que também o revelou. No Leão da Ilha, o ponta fez apenas dois jogos no profissional e logo se transferiu para Portugal.

Guimarães e Lisboa: a passagem por Portugal

Raphinha não ficou muito tempo no Brasil e em 2016, se transferiu para o Vitória de Guimarães. Primeiramente, o brasileiro atuou pela equipe B dos Vitorianos, mas logo se destacou e foi para o time principal, no qual estreou diante do Paços de Ferreira. A saber, o primeiro gol saiu na temporada 2016/17, contra o Marítimo, mas foi um ano depois que o atacante começou a chamar atenção. O atleta fez 18 gols em 43 jogos em 2017/18. Dessa forma, foi eleito o melhor jogador do clube nesse ínterim, com disputa também de torneios continentais, na UEFA Europa League.

Todo este destaque no Vitória de Guimarães, sendo considerado o principal atleta do clube na época, o brasileiro chamou à atenção de um dos 3 gigantes de Portugal: o Sporting. Sendo assim, os Leões pagaram cerca de 7 milhões de euros para contar com Raphinha, que se transferiu para Lisboa. Em duas temporadas na equipe, o ponta atuou em 41 partidas, e marcou 9 gols. Mesmo não tendo o brilho em números de sua passagem pelo Vitória, continuou sendo elogiado, e chamou atenção de outros centros do futebol.

Chegada na França e o salto na carreira: a passagem de Raphinha pelo Rennes

Com temporadas boas em Portugal, Raphinha atraiu o interesse de outros clubes, e decidiu seguir sua carreira na França. Em 2019, o brasileiro assinou com o Rennes, que pagou 21 milhões de euros pelo atacante. Na época, foi a maior contratação da história do clube. Foram 36 jogos e 8 gols pelo time francês, mas principalmente se destacando na temporada 2019/20. Um grande velocista principalmente pelo lado do campo, e contribuindo com gols e assistências.

Na temporada 2019/20, Raphinha fez 30 jogos e marcou 7 gols, além de 3 assistências na Ligue 1. Dessa forma, o brasileiro foi fundamental para o Rennes conquistar o 3º lugar no campeonato nacional e assim, se classificar para a UEFA Champions League. Entretanto, o atacante não chegou a disputar a competição europeia com os franceses. Marcelo Bielsa pediu o ponta, que aceitou. Rapinha decidiu partir para a disputa da Premier League.

Temporada atual e sucesso no Leeds United

Uma contratação que custou quase 19 milhões de euros para o Leeds United. Foram estes os valores que o time inglês desembolsou para tirar Raphinha do Rennes e seguir para a Inglaterra. O começo de temporada foi um pouco tímido, assim como todo o time dos Whites. Porém, a medida que o recém-promovido da Championship crescia, o brasileiro evoluía junto com seu elenco. No esquema tático de Marcelo Bielsa, o camisa 18 foi fundamental como uma “válvula de escape”, sobretudo pelo lado direito do campo.

Quando o Leeds joga com 3 zagueiros, Raphinha atua como um ala. Por outro lado, numa linha de 4 defensores, o brasileiro atua mais adiantado, e se torna um ponta-direita. E isso favoreceu muito o atleta, que teve números muito bons na temporada, e foi um dos melhores jogadores no Brasil na última edição da Premier League. Abaixo, segue alguns números do jogador, pelo Sofascore.

Números de Raphinha pelo Leeds

A começar, Raphinha terminou a Premier League com 6 gols, e foi o 5º maior artilheiro do clube na competição. Porém, o seu destaque vem no coletivo. Dessa forma, o brasileiro foi o jogador que mais deu assistências dentro do Leeds na temporada, com 9 passes para gol, sendo o 6º melhor do quesito de toda a competição. Além disso, teve 15 participações diretas em gols dos Whites, ficando atrás apenas de Patrick Bamford e Jack Harrison.

Entretanto, se levar estas participações apenas para jogadores brasileiros, Raphinha foi o segundo jogador que mais participou de gols na Premier League, e fica atrás apenas de Matheus Pereira, do West Bromwich. Além disso, ele lidera a estatística de chances criadas no Leeds United com 12, e tem a maior média de dribles, com 1.9 por jogo. Enfim, o brasileiro foi fundamental na campanha dos comandados de Marcelo Bielsa na volta a elite do futebol inglês.

A cada temporada que passa, Raphinha evoluí cada vez mais como jogador de futebol. Paralelo a esse crescimento, o brasileiro não esquece do lugar de onde saiu, das dificuldades que passou, e usa do futebol para ajudar a sociedade. Na última convocação da seleção brasileira, muitos já pediam a presença dele entre os escolhidos, então fica o questionamento: Chegou a hora de Raphinha ser testado na seleção brasileira?

SHARE