Villarreal e United batalham pela Liga Europa

Vale título europeu! Nesta quarta-feira (26), Villarreal e Manchester United disputam o troféu da Liga Europa. Esse jogaço acontece em Gdańsk, na Polônia, às 16h – de Brasília. De um lado, os Red Devils, que já venceram o torneio em 2017, buscam a segunda conquista. Do outro, o Submarino Amarelo conseguiu superar o trauma das semifinais e estreia numa decisão europeia. E aí, quem vai levar a melhor?

Ficha Técnica

Villarreal x Manchester United
Final da Liga Europa 2020-21
Local: Stadion Energa Gdańsk, na Polônia
Data e Hora: 26/05/2021, às 16h00 (de Brasília)
Transmissão no Brasil: Fox Sports

Histórico… inacreditável!

Rivais desta quarta, Villarreal e United já se enfrentaram quatro vezes na história. Todos os duelos foram pela Champions League, mas sem NENHUM gol marcado. Isso mesmo! As quatro partidas terminaram em 0 a 0. Será que, finalmente, alguém vai balançar as redes nesse embate?

Esta será a oitava final europeia do United em sua história – ficando somente atrás do Liverpool, na Inglaterra, com 14 decisões. Os Red Devils tem três títulos da Champions e um da Liga Europa. Já o Villarreal se tornou o 11º time espanhol a alcançar um final continental, após bater na trave e parar nas semis em duas oportunidades.

Além disso, a equipe amarela tem um dado histórico a seu favor: nas últimas nove finais entre espanhois e ingleses, a equipe espanhola sempre venceu. Certamente, o Villarreal deseja manter a escrita diante do United. Caso consiga, o time de Unai Emery vai ter sido campeão de maneira invicta – algo que só aconteceu outras seis vezes na Liga Europa/Taça da UEFA.

E por falar em Unai Emery…

Senhor Liga Europa

Aos 49 anos, o treinador espanhol ganhou a alcunha de ‘Senhor Liga Europa’. Isso porque ele já faturou o título três vezes, todas elas com o Sevilla (2013-14, 2014-15 e 2015-16). Além disso, chegou em outra final com o Arsenal, em 2018-19, mas acabou perdendo para o Chelsea. De qualquer maneira, Emery conhece muito bem a competição. Em jogo nesta quarta,inclusive, está a possibilidade do técnico se tornar o ÚNICO na história com quatro troféus da Liga Europa – deixando Giovanni Trapattoni para trás.

Aliás, para tornar a campanha ainda mais saborosa para o técnico, o Villareal ganhou a vaga na decisão diante do United após eliminar, justamente, o Arsenal (seu ex-clube) nas semifinais. Certamente, a torcida espanhola aposta na experiência de Emery para faturar o título. Contudo, tanto ele quanto seu elenco tem consciência de que os Red Devils são os favoritos ao título – por conta do plantel e aporte financeiro.

É o que diz, por exemplo, o experiente zagueiro Raúl Albiol. Ele destaca que o Manchester United é um gigante do futebol, mas aponta que os jogadores do Villarreal conhecem as próprias forças. De fato, o United pode até ser o favorito no papel. O jogo, porém, é jogado – nunca é demais lembrar. E a própria história recente desta competição nos mostra que as equipes mais ricas ou tradicionais nem sempre levam a taça. O próprio Sevilla, em finais contra Liverpool e Inter de Milão, pode servir de inspiração para o Submarino Amarelo.

“O United é favorito e um gigante do futebol. Nós sabemos qual a nossa força e a única forma de ganhar é oferecer a nossa melhor versão” – Raúl Albiol, zagueiro do Villarreal

Vindo da Champions

Diferentemente do Villarreal, o United não disputou a fase de grupos da Liga Europa. Isso porque o clube inglês jogou a Champions League, mas acabou em terceiro em uma chave que contava com PSG, da França, e RB Leipzig, da Alemanha. Sendo assim, restou ao Manchester se dedicar ao segundo torneio mais importante do continente europeu.

Ao contrário de Emery, que já é expert neste torneio, Ole Gunnar Solskjaer, o treinador do United, tem pouca rodagem quando se trata de finais. Na verdade, o norueguês só enfrentou uma decisão na carreira de técnico – foi na Copa da Noruega, em 2013, quando acabou campeão com o Molde. Aliás, se vencer o Villarreal, Solskjaer se torna o primeiro norueguês a faturar um título europeu como treinador.

Da mesma maneira, caso seja campeão, o United vai se tornar a 9ª equipe em 22 temporadas a vencer a Liga Europa vindo da Champions League. Vale lembrar que este formato – com equipes eliminadas na UCL indo para a Europa League – começou em 1999-00. Portanto, os Red Devils podem repetir a campanha do Atlético de Madrid, em 2017-18, a última equipe a “se aproveitar” dessa fórmula.

De fato, o United tem motivos para acreditar na conquista. Apesar de o Villarreal estar invicto, os ingleses vem crescendo na competição. Pelo caminho, o time já eliminou Real Sociedad, Milan, Granada e Roma. Ou seja, uma dupla espanhola e dois bons times italianos – com direito a 6 a 2 na Roma. Não faltaram desafios ao United, que ainda vai precisar lidar com a pressão desse ligeiro favoritismo.

“Acho que todo jogador sabe que vem aqui para lutar por troféus e melhorar. A pressão para vencer existe, mas considero ela boa para mim” – Bruno Fernandes, meia do United

Com torcida!

Cerca de 9500 pessoas vão estar presentes ao estádio em Gdańsk para acompanhar a final entre Villarreal e Manchester United. De acordo com a UEFA, ambos os finalistas receberam 2 mil ingressos, cada, enquanto que outros 2 mil bilhetes foram comercializados através do site da entidade para o público em geral.

Vale dizer que as últimas duas rodadas da Premier League ocorreram com presença de torcida – em número reduzido e sem fãs da equipe visitante. No entanto, a final da Champions League (marcada para 29 de maio) teve sua sede alterada. Ao invés de Istambul, a cidade de Porto irá receber o jogo entre Manchester City e Chelsea – e com público nas arquibancadas.

As chances na final

Em busca do primeiro título como treinador do United, Solskjaer tem desfalques para a decisão: Martial e Phil Jones estão fora da partida, com certeza. Já o zagueiro e capitão Maguire ainda é duvida. Ele foi relacionado e está tentando se recuperar nos treinamentos a tempo do duelo decisivo – uma lesão no tornozelo o tirou dos últimos quatro jogos da equipe.

Do lado amarelo, Samuel Chukwueze e Juan Foyth são dúvidas ainda para Unai Emery. Como desfalque, mesmo, Vicente Iborra, que não joga desde o ano passado por conta de uma ruptura nos ligamentos cruzados. Por outro lado, Etienne Capoue está de volta após suspensão por cartão vermelho recebido no primeiro jogo das semifinais, contra o Arsenal. Ainda paira uma dúvida sobre quem será o goleiro titular: Sergio Asenjo ou Geronimo Rulli? Saberemos nesta quarta-feira.

Dessa forma, tem tudo para ser um JOGAÇO. O Manchester United pode, sim, ser considerado favorito, mas o Villarreal já deu diversas demonstrações de como é difícil de ser batido. Seja pela grande campanha na Liga Europa ou também por conta da trajetória dentro da Espanha, o Submarino Amarelo é um time perigoso.

Isso porque, além de possuir uma forte linha defensiva, Unai Emery ainda conta com um ataque de qualidade formado por Gerald Moreno e Pablo Alcácer – e o experiente Carlos Bacca no banco para qualquer eventualidade. No entanto, do outro lado existe uma equipe veloz e pronta para atacar os espaços deixados pelo Villarreal. Será, portanto, o chamado “jogo de detalhes”.

Quem conseguir impor seu próprio estilo mais rapidamente tem grandes chances de sair com o título. Nesta quarta, então, todo mundo já sabe: nada de tirar os olhos da TV durante a decisão entre Villarreal e Manchester United.

SHARE