Thomas Müller: evolução com Hansi Flick e mais uma temporada de alto nível do alemão

Thomas Müller é um dos principais jogadores da história do Bayern de Munique. Vencedor e decisivo nos momentos importantes, o meio-campista se consolidou como um dos maiores nomes do clube neste século. E com a chegada de Hansi Flick, o alemão tem sido um dos atletas mais regulares e eficientes do elenco.

Depois da saída de Niko Kovac, Müller recuperou o seu bom futebol e voltou a ser um dos protagonistas do gigante da Baviera. E nesta temporada não tem sido diferente. O meio-campista alemão continua sendo um dos grandes responsáveis pela ótima fase do Bayern de Munique.

O “novo” Thomas Müller com a chegada de Hansi Flick

Na temporada 2019/2020, Thomas Müller teve dificuldades para render individualmente com Niko Kovac. Em virtude disso, o ídolo do clube teve de enfrentar o banco de reservas e passou a não ser uma das principais opções do comandante. E os seus números com o treinador croata no curto período da campanha mostram a irregularidade e o momento atípico do jogador no Bayern de Munique. O meio-campista alemão participou de 15 jogos por todas as competições – sendo apenas nove deles como titular. O camisa 25 marcou dois gols e deu cinco assistências.

A chegada de Hansi Flick não melhorou apenas o coletivo dos bávaros. A evolução também aconteceu com algumas peças individuais do plantel. Davies se transformou no principal lateral-esquerdo da temporada e Leon Goretzka se consolidou de vez no meio-campo do clube.

Thomas Müller foi mais um grande beneficiado pela efetivação do novo técnico. Recuperou a sua condição de titular e se tornou em um dos atletas mais influentes do time em fase ofensiva. O alemão terminou a temporada como líder de assistências da Bundesliga com 21 passes para gol (recorde da liga).

Com o treinador alemão na temporada 2019/2020, Müller fez 35 jogos no total. Foram 12 gols marcados e 21 assistências. O meio-campista participou diretamente de 33 gols. Uma média muito superior em relação ao seu período com Niko Kovac.

Mais uma temporada de alto nível do meio-campista alemão 

Na atual temporada o jogador continua coma boa fase. Auxilia a construção ofensiva com ações de apoio no centro do campo, faz associações pelos lados do campo (principalmente pela direita com Gnabry / Sané), conta com boa leitura para ocupar os espaços vazios na área e para trabalhar com últimos passes.

O meio-campista também é sempre importante em fase defensiva. Principalmente quando o time sobe a marcação em blocos altos. O alemão consegue cortar as linhas de passes por dentro e pressionar o portador da bola. Müller é o jogador que se sacrifica pelo coletivo e dá o seu máximo dentro dos gramados.

Em 2020/2021 os seus números continuam impressionantes. Na Bundesliga, Müller participou de 24 gols em 24 jogos disputados. São dez gols e 14 assistências até o momento. O meio-campista é novamente o líder em passes para gol e o segundo jogador com mais passes decisivos por partida.

Além disso, Müller é o terceiro atleta da competição no número de gols + assistências – empatado com André Silva e atrás de Lewandowski e Haaland e o segundo jogador que mais criou chances na Bundesliga (13). Um impacto total. O ídolo do Bayern tem sido um dos nomes mais decisivos do Campeonato Alemão.

Na temporada como um todo, Müller tem 36 jogos, 13 gols e 15 assistências. Os dados mostram como a sua evolução é evidente. Hansi Flick e o jogo coletivo do time foram responsáveis por extrair o melhor do meio-campista por colocá-lo entre os melhores novamente. O alemão é um jogador cada vez mais participativo, influente e decisivo para o Bayern de Munique.

 

SHARE